Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Cabeça no Ar

"Sou uma parte de tudo aquilo que encontrei no meu caminho..." - Alfred Tennyson.

De Cabeça no Ar

"Sou uma parte de tudo aquilo que encontrei no meu caminho..." - Alfred Tennyson.

Perigo!!

Um universo

Uma galáxia

Um sistema solar

Um planeta

Um continente

Um lugar

Uma pessoa......Eu! EU!!!!

 

No meio desta imensidão torna-se complicado fazer-se notar, marcar uma posição, não é? Claro que sim. Tanta gente, tanto lugar para descobrir. Perante esta tua insignificância, se ainda juntarmos os teus problemas, os problemas dos outros, as chatices, o efeito estufa, a maldade, a inveja, os males-entendidos, os tsunamis, as erupções vulcanicas, o cabelo despenteado pela manhã, o rapaz que te ignora, a miúda que te despreza, o amigo que te magoa, o exame que chumbaste, a gordura acumulada, o pneu furado, a vizinha pervertida do 5ºC, a falta de jeito pra dançar, a tua tia-avó que te chama "meu cutchi-cutchi" à frente dos teus colegas de universidade, o teu cão que te odeia, o teu gato que não te liga puto, o acne juvenil, a torrada queimada, o tráfico matinal, o chato do primo do amigo do tio da irmã da cunhada do genro da vizinha do 5ºC.....PUM!!!! Acabou! Apetece-te rebentar, gritar, chorar, partir coisas...e sobretudo desaparecer. Talvez seja uma boa solução. Desaparecer?... E porque não? Longe de todos, dos amigos, das amigas, da família, do cão, do gato, da vizinha, daqueles que riem, daqueles que choram, daqueles que te abraçam, daqueles que abraças, daqueles que te adoram, daqueles que adoras, daqueles que precisam de ti, daqueles que precisas tu...pois é, talvez desaparecer não seja a melhor solução. Ir de insignificância a solidão, não ajuda. Sabes o que fazer nestas situações? Sabes, sabes?? Ri. Rodeia-te de quem adoras. Olha em frente. Perdoa. E nunca, nunca desapareças por nada.

"Leva a vida com optimismo. Tropeças no paralelo mas olhas pra trás e dizes-lhe "Ah seu malandro! Eu vi-te a mexeres-te no último momento" E sorris." by Um grande amigo

Sabem aqueles dias de merda

...em que tudo corre mal a partir do momento em que põem os pés no chão? O meu dia estava a ser assim. E pra completar tinha consulta no dentista à hora de almoço...Eu que nem gosto de ir ao dentista! Ninguém merece. 

 

Lá fui ao dentista e foi a primeira vez que me ri num dentista. Quer o dentista, quer a auxiliar iam mantendo uns diálogos tão animados que era quase impossível não me sentir parte daquela animação :)

 

Saí de lá ainda a sorrir e é como se o meu dia tivesse ficado melhor.  Às vezes, são as pessoas que menos esperamos que nos alegram o dia. 

Manteiga de Amendoim com Chocolate - Prozis

IMG_20170324_002616_wm.jpg

 

Andava a namorar este pedaço de mau caminho há bastante tempo. Mas passaram-se meses até a encomendar porque no site da Prozis é preciso fazer um valor mínimo de encomenda de 20€. Acreditem que não é nada complicado chegar a este valor. Mas a mim aborrecia-me porque eu não queria experimentar mais nada, só queria provar esta manteiga com um toque rebelde a chocolate.

 

Tanto andei, tanto andei que fi-nal-men-te lá me decidi a fazer a encomenda. 

 

Quando chegou, a reacção foi "Opaaaa! Porque é que não mandei vir isto mais cedo??" Já por si, sou fã de manteiga de amendoim, e achei que este casamento de amendoim com chocolate ficou bastante bom. Eu que adoro chocolate, acho que o sabor a chocolate é ligeiro, o que é óptimo. No entanto não aconselho abusar desta manteiga porque pode tornar-se um nadinha enjoativa. O melhor destas manteigas é que são 100% natural sem adição de sal, açúcar, óleos...só amendoim! Normalmente guardo-as na despensa porque gosto que estejam assim mais líquidas, mas se preferirem a manteiga mais dura, basta deixá-la no frigorífico. Também pode acontecer, ao abrir a manteiga, que tenha um óleo em cima, mas não deitem este óleo fora porque ele é essencial para que a manteiga mantenha um aspecto de manteiga e evite ficar seca. Basta misturar o óleo novamente com a manteiga e fica perfeito! Isto acontece porque o próprio amendoim, ao ser uma oleoginosa, liberta um óleo. Esta manteiga é mais escura que a outra por causa do chocolate mas, apesar de ser ligeiramente mais calórica que a manteiga de amendoim normal, acho que vale bem a pena experimentar

 

 

Mensagens Escondidas #3

...em Alcobaça.

alcobaça.jpg

 

Nesta segunda-feira de chuva "Dê lugar ao amor". Uma boa semana para todos!

"Peça a sua amostra"

Imagem retirada  daqui

 

Sou muito desconfiada quando recebo emails a dizerem-me que ganhei um iPad, um carro, um voucher pra um hotel qualquer ou até mesmo uma fita porta-chaves. A menos que eu me lembre de ter participado num desses passatempos, esses emails vão directamente pro lixo.

 

Mas experimentem mandar-me um email a dizer "Peça a sua amostra", "Receba a sua amostra"...qualquer dia sou hackeada à pála disso.

 

Mas já agora: Desafio Body Fit da Clarins 😂

Testes em animais? Não, obrigada...

 

Sou fã da Yves Rocher desde pequenina. Inclusive este Natal fiquei super contente com um bálsamo de clementina e especiarias que me ofereceram. Toda eu era vaidade. Até há uns dias em que descobri que a Yves Rocher (assim como muitas outras) faz testes em animais.

 

Preocupo-me bastante com a reciclagem, com o meio-ambiente e sempre que posso, tento evitar produtos que façam testes em animais. Por isso foi um choque para mim descobrir que uma marca que adoro, faz este tipo de atrocidades.

 

Fui procurar então quais eram as marcas cruelty free para fazer uma escolha mais consciente, quer a nível de cosméticos, quer a nível de limpezas de casa.

 

Se por acaso alguém já estava a pensar oferecer-me o kit completo de clementina e especiarias para o próximo Natal, podem trocar por chocolates. Vou agradecer à mesma 💝

 

“Sê a mudança que queres ver no Mundo” - Gandhi

Palete de cores

A vida é mesmo assim.
Por muito selectivos que sejamos,
aparece sempre algo que não queremos.
Mas temos de viver na mesma.
São essas coisas que fazem da vida uma palete cheia de cores,
não tem só o cor-de-rosa.

IMG_20160619_160059_wm.jpg

Bimby manual: Compota de pimento vermelho e azeitonas pretas

IMG_20170312_102914_wm.jpg

 

Pimentos vermelhos + muito tempo livre = a compota soa mais chique do que doce

 

Ingredientes:

 

  • 300gr de pimentos vermelhos
  • 200gr de açúcar
  • Azeitonas pretas q.b.
  • Canela q.b.

 

Preparação:

 

Lavar bem os pimentos e retirar as sementes e as partes brancas. Levar ao lume os pimentos juntamente com o açúcar. Quando começar a ferver, manter sempre em lume médio durante uns 15/20min. Passar a varinha mágica para reduzir a puré (eu gosto de deixar alguns pedacinhos) e adicionar as azeitonas às rodelinhas. Temperar com canela a gosto (ou não). Tem um gosto agridoce, mas fica uma compota diferente.

Eles e Elas

O vocabulário dos Rapazes

Tenho fome. = Tenho fome.

Quero dormir. = Quero dormir.

Estou cansado. = Estou cansado.

Queres ir a um pequeno restaurante? = Quando é que nos beijamos?

Posso-te ligar? = Quando é que nos beijamos?

Danças? = Quando é que nos beijamos?

Bonita roupa. = Bonito decote.

Pareces-me tensa, queres uma massagem? = Quero saltar-te pra cima.

Há alguma coisa mal? = Não é preciso fazer um filme desses!

Há alguma coisa mal? = Que psicodrama inventaste desta vez?

Há alguma coisa mal? = Se bem entendi, hoje não há beijo pra ninguém.

Tou aborrecido. = E se nos beijássemos?

Amo-te. = E se nos bejássemos já a seguir?

Eu também te amo. = Bem, agora que já o disse, e se nos beijássemos?

Sim, gosto deste teu novo corte de cabelo. = Estava melhor antes.

Sim, gosto deste teu novo corte de cabelo. = E pagaste 60€ por isso??

Sim, acho que deviamos discutir esse assunto. = Tou a tentar impressionar-te fazendo-te acreditar que sou intelectual, e se calhar depois desta profunda e interessante discussão a gente se beije, não?

Queres casar-te comigo? = Mas agora se fores pra cama com outro, tás fora de cena.

Eu prefiro esta. = Leva uma peça de roupa qualquer, mas rápido: a ver se vamos depressa pra casa pra nos podermos beijar...

 

 

O vocabulário das Raparigas

Sim. = Não.

Não. = Sim.

Talvez. = Não.

Eu lamento. = Tu vais lamentar isso.

Faz-nos falta. = Eu quero.

É a tua escolha. = A boa escolha devia ser evidente, não?

Faz como quiseres. = Um dia vais pagá-las.

Temos de falar. = Tenho umas quantas queixas a fazer-te.

Mas coragem, fá-lo! = Não te aconselhava a fazer isso.

É-me igual. = Mas é claro que isso me incomoda imbecil!

Esta cozinha não é prática. = Temos que mudá-la.

Eu queria umas cortinas novas. = "e tapetes, e móveis, e papel de parede"

Amas-me? = Estou quase a pedir-te algo caro.

Amas-me verdadeiramente? = Hoje fiz uma coisinha que não te vai agradar muito.

Estou pronta dentro de 1 minuto. = Põe as pantufas, abre uma cerveja e encontra um canal interessante na televisão.

Não tenho um traseiro grande? = Diz-me que sou linda.

Tens que aprender a comunicar. = Contenta-te de estares de acordo comigo.

Não, não estou a discutir! = Mas claro que estou a discutir, e acho que isso merece (Em resposta a: Há alguma coisa mal?)

Sempre a mesma coisa. = Nada.

Nada. = Tudo.

Não é nada, a sério. = Nada, és simplesmente um idiota.

TÁS-ME A OUVIR!? - (Demasiado tarde, ele está inconsciente)

Pág. 1/2