Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Cabeça no Ar

"Sou uma parte de tudo aquilo que encontrei no meu caminho..." - Alfred Tennyson.

De Cabeça no Ar

"Sou uma parte de tudo aquilo que encontrei no meu caminho..." - Alfred Tennyson.

Amostras, amostrinhas e "amonstronas"

Houve uma altura que eu fazia colecção de cremes hidratantes. Mandava vir da net, participava em passatempos, pedia directamente às marcas e pedia amostras até quando ia à farmácia. Fosse qual fosse o creme. Com perfume ou sem perfume. Em bisnaga ou em gel. E usava todos. E adorava! Era uma maravilha poder usar cremes hidratantes quase à borla.

 

Enchia a minha pele de cremes e séruns e outras coisas que nem sabia bem qual era o efeito pretendido.

E porque é que isso é mau?

A minha pele acabava por ficar saturada e estes cremes todos estavam a tirar-me todas as protecções e todo o óleo natural da minha pele. Irónico não é?

 

Não estou a dizer que peguem nos cremes hidratantes aí de casa e que atirem com eles ao lixo. O planeta não agradece. Digo que todos temos um estilo de vida diferente. E antes de escolher um creme que é o mais barato ou o mais conhecido, temos que ter em conta a genética e o facto de haver pessoas que bebem, que fumam, que apanham muito sol, etc, e que há quem não tenha nenhum destes hábitos.

 

1. Precisas de entender a tua pele e saber do que ela precisa.

Pessoas com a pele mais seca precisam de hidratar a pele mais vezes do que alguém que tem a pele mais oleosa. E quem tem a pele mais oleosa pode usar cremes que ajudem a reduzir o excesso de gordura enquanto fornecem vitaminas e nutrientes à pele.

 

Mesmo que te digam que é a partir dos 25 que se deve começar a usar anti-rugas, não precisas ir a correr ao supermercado mais próximo comprar um creme. Há pessoas que chegam aos 25 com a pele gasta e há pessoas que chegam aos 30 com pele de bebé. É preciso saber analisar cada caso.

 

2. A melhor altura para aplicar o creme hidratante.

Depois do banho, enquanto a tua pele ainda está molhada (pessoalmente faço isso). Isto porque o creme vai pegar na água que ainda tens na tua pele e vai usá-la a seu favor fazendo com que tenhas uma hidratação que dura mais tempo. É uma boa ideia para quem costuma ter a pele mais seca.

 

Também deves ter mais cuidado no inverno sobretudo por causa do vento e do frio que secam mais a tua pele e por isso deves ter uma atenção redobrada e, sobretudo, beber muitos líquidos para te manteres hidratada mesmo no inverno.

 

3. No entanto, quem tem a pele seca, não deve abusar no hidratante.

Adicionar múltiplas camadas de hidratante para aliviar a pele seca não é o mesmo que mudar para um hidratante com consistência mais cremosa. Usar várias camadas de hidratante apenas vai fazer com que os poros fiquem entupidos e que haja um desperdício de produto porque a nossa pele só pode absorver uma determinada quantidade de produto.

 

O ideal será colocar o equivalente a uma ervilha na palma da mão e aplicar por toda a cara com movimentos de baixo para cima. Isto é muito importante porque se aplicares o creme de cima para baixo, podes fazer com que a tua pele pareça mais velha.

 

4. Mas isso quer dizer que preciso de experimentar todos os cremes até haver um que se adapte à minha pele?

Não. Hoje em dia há lojas onde te podes dirigir para te fazerem uma análise ao teu tipo de pele e recomendarem a opção que melhor se adeque a ti.

 

5. Keep it simple.

Deixei-me de complicações e de misturas. Talvez pudesse ter um cuidado extra com a minha pele. Talvez pudesse fazer umas sessões de esfoliação mais VIP. Mas vou tendo os meus cuidados: uso apenas um creme hidratante de cada vez, faço esfoliação 1x por semana e limpo a pele à noite com água micelar. E já está! Ser preguiçosa tem destas coisas: ficas despachada num instante 

 

Depois de tomar consciências destas situações, decidi que quando acabasse os cremes, ia usar apenas o básico e necessário. E tentar beber 1lt de água por dia...

 

No meu caso, alterno entre o creme hidratante Aqua Moisturising Cream do Lidl e o NIVEA Creme de Dia Anti-Rugas Pure & Natural. Ambos para hidratação durante o dia.

O creme Nivea costumo adquiri-lo em promoção, pelo que nunca dou mais do que uns 4€ por ele. São ambos produtos de qualidade semelhante e a um preço acessível.

                 

 

 

Uma fotografia. Vários infernos.

23109512.jpg Imagem © Lusa

 

Infelizmente este fim-de-semana fica reduzido a esta imagem. O pior dia do ano...

 

Tinha um texto demasiado grande aqui. Maioritariamente raiva por tudo o que está a acontecer. Pelas vidas que se perdem e pelos inocentes que não têm culpa.

 

Mas esta imagem fala por si.

 

Meus caros governantes, até quando?!...

Turista lá fora: Monschau | Alemanha

Monschau foi um dos sítios mais bonitos que já conheci, talvez porque ia sem espectativas nenhumas do que iria conhecer...

Cheguei lá e Monschau era verde, era fria e era um encanto.

 

Vamos conhecer Monschau?

20170917_114735.jpg

Esta cidade fica localizada entre as colinas da cadeia montanhosa de Eifel, no distrito de Aachen, a aproximadamente 100km da cidade de Colónia (Köln) e muito perto da fronteira com a Bélgica. É atravessada pelo rio Ruhr e tem um aspecto medieval devido à sua arquitectura. As casas são de madeirame e a zona à volta é maioritariamente floresta. Para quem gosta de fazer caminhadas ou simplesmente aproveitar a natureza para relaxar, tem o Parque Natural de Eifel a poucos quilómetros.


20170916_094800.jpg

Casas de madeirame

 

20170916_095013.jpg

 Rio Ruhr (centro de Monschau)

300 anos de sobrevivência

O facto destas casas de madeira e as ruas estreitas permaneceram quase inalteradas e bem conservadas por 300 anos, é motivo de orgulho para os habitantes desta cidade. É quase impossível passear-se pelas ruas de Monschau e não imaginar o quão interessante seria encontrar uma feira medieval a decorrer. Não foi o meu caso, mas adorei a cidade à mesma!

 

20170916_110309.jpg

Casas com telhado de ardósia 

 

20170916_094851.jpg

 Ruas estreitas

 

Castelo de Monschau

Numa cidade com um aspecto tão medieval, só faltava um castelo. O Castelo de Monschau remonta ao século XIII e é possível ter uma bela vista da cidade. Hoje em dia funciona como hostel no verão.

20170916_110257.jpg

Castelo de Monschau

 

Apesar de ser possível conhecer Monschau em 1 dia, vale a pena passar uma noite na cidade. No entanto têm que ser rápidos porque, por ter muita procura, pode tornar-se díficil arranjar um quarto disponível.

 

E se a preocupação de alguém for "Onde é que eu vou comer?" podem ficar descansados que Monschau tem alguns restaurantes abertos até um pouco mais tarde e pela manhã (inclusivé ao Domingo) é possível tomar o pequeno-almoço numa das várias padarias que existem no centro.

 

Existe também um mini-mercado aberto todos os dias, excepto aos domingos e aos sábados à tarde.

 

Como chegar a Monschau?

Eu cheguei de boleia 

 

Mas é possível ir de carro até lá e estacionar nas redondezas, sendo que o mais provável é que tenham que pagar estacionamento.

 

A opção B para quem não quer levar o carro é apanhar um autocarro que fica a cerca de 500m desta cidade.

 

Para viajar basta existir. - Fernando Pessoa

 

Falando de coisas que me interessam...

Estamos em Outubro que é quase como dizer que já estamos com um pézinho no Natal não é?

 

Primark do Reino-Unido já tem coisas muito giras do Harry Potter à venda.

 

Amigos, estou pronta pra começar a receber prendas!  

Cara de sono

Não gosto daquelas fotografias de revista em que as modelos estão numa cama, supostamente a acabar de acordar e têm uma pele impecável, sem manchas, sem brilhos, sem rugas.

 

Eu não gosto porque não consigo ter isso. Eu acordo cedo, tomo o pequeno-almoço (quando tenho tempo), meto creme hidratante na cara, faço quase uma hora de transportes até chegar ao destino e mesmo assim, quando chego ao trabalho, parece que saí da cama há 5 minutos! Cara cheia de brilhos que já nem sei se é do suor ou do creme hidratante, olheiras, pele cansada e muita ruga de expressão nesta cara!

 

É certo que isto me acontece quando durmo menos de 7h. Mas existia alguma necessidade de que a minha cara fosse tão ingrata comigo? Será que eu não podia ser como aquelas modelos que acordam já maquilhadas, sem remelas e com gloss?